quinta-feira, 3 de maio de 2012

Sexo na água


Na banheira, na piscina, no mar, fazer sexo na água é uma das fantasias mais comuns e mais fáceis de realizar, é, nem sempre, eu ainda não realizei rsrs. Mas, apesar de parecer muito excitante, é preciso cuidado, pois o líquido não é o melhor meio para a penetração e sim um bom lugar para começar o que pode ser terminado em terra firme.

O que mais atrapalha o "sexo aquático" é a dificuldade de se tomar medidas de proteção. Se você alguma vez já tentou usar um preservativo debaixo da água, sabe como é difícil. Mesmo se o seu parceiro colocar a camisinha fora da água, ela entrará rapidamente pela base até fazer com que a camisinha escorregue. O sexo submarino oferece tantos riscos de gravidez e de doenças sexualmente transmissíveis quanto o terrestre. Assim, é necessário que se tome pílula anticoncepcional e a certeza de que os dois estão saudáveis.

Mas nem tudo são inconvenientes: a água oferece muitas possibilidades e sensações difíceis de se experimentar "no seco". Além disso, a água é um lugar muito discreto para aproveitar as carícias e o contexto ideal para tornar realidade a fantasia de praticar sexo em público sem escandalizar ninguém.
Se você se sente intimidada com a presença próxima de outras pessoas, busque a intimidade da banheira, ou uma piscina durante a noite. Se não for possível, sempre haverá a possibilidade de compartilhar um chuveiro, que também pode ser muito excitante e higiênica. Mas se você não puder empregar nenhum método contraceptivo e, acima de tudo, não tiver total confiança em seu parceiro, nunca se esqueça desta regra: brinque na água, mas faça o amor na terra. oks?

3 comentários:

 
BlogBlogs.Com.Br